Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O HOJE


O hoje, entendo, é o hoje tão somente,
não pergunta jamais pelo amanhã.
Não olha no passado, plenamente,
segue, cabeça erguida e alma louçã.

Basta-lhe o instante - basta a hora presente,
bastam o gozo e a dor, o talismã
que acende a chama e a vida consciente
do saber-se vivendo a antemanhã.

Um esquecido, o outro buscando o nome,
o futuro interroga e atemoriza,
 o passado é uma sombra e se consome.

Basta a vida que no hoje se eterniza,
ergue a cabeça e segue sem que a dome
do futuro o pavor, do ido a divisa.
                                 04-01-98
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 25/11/2007
Código do texto: T751726

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 97 anos
619 textos (20035 leituras)
13 e-livros (1030 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 22:58)
João Justiniano