Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




O FIM

 

Todo aquele que no leito meu esbarre

Quando é perto do viver que se encerra,

É sujeito a sentir, no meu escarro,

A vontade que é de abrir o chão que enterra.

 

Desde esteja entendendo o que se narra,

Tudo aquilo que na vida só foi terra,

De repente foge à alma e a vida varre,

E aqui deixa o que a cova a si só aterra.

 

E espíritos no espaço que se amarrem,

Sem perder-se no trajeto que, se emperra,

Leva a crer que do traçado se desgarre.

 

E assim siga a luz que vê, mesmo se erra;

Mas a atinja: o ponto certo onde se agarre

É encontrar, sem confronto, a paz sem guerra...


José Carlos De Gonzalez
Enviado por José Carlos De Gonzalez em 27/11/2007
Código do texto: T754291
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio
O FIM - José Carlos De Gonzalez
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Carlos De Gonzalez
Itu - São Paulo - Brasil, 66 anos
556 textos (58983 leituras)
299 áudios (25507 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 21:28)
José Carlos De Gonzalez