Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

“LUA (que já foi mais) CHEIA”

Adormeci ao som de meus tormentos
A escuridão ia lambendo cada canto
A lua cheia debochando de lamentos
Aparecia com um quê de desencanto

O pesadelo caminhava a largos passos
Nele a cigana, insistente, contra o não
Olhos azuis, na face de negros traços
Me prendiam; e ela a eu, a minha mão

E rompidos num sorriso à contra gosto
Os silêncios que reinavam desde então
Co’a fala mansa, que saía sem esforço

Se escondia com a sombra sobre rosto
Foi-me dizendo “luz de luar é perdição:
sublima almas, suprimindo-lhes a razão”...
                                                         
                                                               A lua cheia persiste até
                                                               sábado (1/12) 09:45h...
Lobo da Madrugada
Enviado por Lobo da Madrugada em 28/11/2007
Reeditado em 28/11/2007
Código do texto: T756712

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lobo da Madrugada
Curitiba - Paraná - Brasil
763 textos (332746 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 11:40)
Lobo da Madrugada