Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MORTE DE UM CORAÇÃO!

Louca fui eu em dar-te o meu amor
E viajar nessa nave de ilusão...
Com efeito, feriste-me o coração
Pois tu eras o meu dono e senhor!

As falsas palavras que eu ouvi
Nas quais eu fiz questão de acreditar.
Foram como lâminas a cortar
O meu peito, tão ferido por ti!
 
Hoje só e de todo amor descrente,
Tentando apagar essa paixão
Que é o meu castigo e tormento,
 
O mundo a minha volta é sofrimento.
Nem ouço mais bater meu coração
Que morta encontro-me, eternamente!


          ****

CORAÇÃO QUE SANGRA

"Réplica ao soneto 'A morte de um coração',
de Milla Pereira"


Perdoe-me querida a insanidade
A minha mente estava embotada
Feri-te? - Por favor não diga nada
Aceite pelo menos a amizade

Mas vou dizer-te algo - a verdade -,
Não quero ser somente um camarada
Relembro-me da boca tão beijada
Eu dou-te meu amor - minha vontade

Longe de ti só vi escuridão
Quando pensava em ti, nascia o sol
Quanta tortura foi - que solidão!

És chama que me aquece e ilumina
Depois de ser testado no crisol
Te digo: és minha jóia - minha mina


MILLA PEREIRA
GONÇALVES REIS


28/11/07
 

Gonçalves Reis
Enviado por Gonçalves Reis em 28/11/2007
Reeditado em 29/11/2007
Código do texto: T756774

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gonçalves Reis
São Paulo - São Paulo - Brasil
1155 textos (73731 leituras)
1 áudios (107 audições)
1 e-livros (51 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 22:42)
Gonçalves Reis