Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EXTINÇÃO

Essa tristeza que me corta a alma,
e, mais agride meu coração
diz roubando toda a minha calma,
que apocalipse é futuro não.

Estamos vivendo-o dia a dia.
Nas cidades e países, tem sangue
escorrendo e, a antropofagia,
é tudo, tudo, menos exangue!

O homem mata até por ninharia.
Briga e morte viram solução
pra quem só conhece a covardia.

Mas, se vive preso o cidadão,
é o bandido que tem regalia.
Como então, duvidar da extinção?!
Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 01/12/2007
Reeditado em 13/04/2009
Código do texto: T761063

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome da autora). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (48069 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 03:09)
Tânia Regina Voigt