Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TERRA INFÉRTIL E, SEM LUZ

Pra que me cobrar com outra pergunta?
Queres que eu minta que tenho amor...
Não vês que minh’alma jaz e, é defunta?
E, tudo o que hoje tem em mim é dor...

De que vale tentar plantar semente
No solo seco de meu coração?
Não percebes que mais nada ele sente
que não seja tristeza e, escuridão?

Vê, se o que restou foi desilusão,
também não foi nada premeditado.
Apenas fiquei sem luz e, sem chão.

Não é vingança, isso seria indecente...
Mas, entenda: Se eu não fui teu passado,
como eu poderia ser teu presente?
Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 02/12/2007
Reeditado em 11/04/2009
Código do texto: T762147

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome da autora). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (48063 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:23)
Tânia Regina Voigt