Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FOI O QUE NÃO FOI

Ainda é noite e tudo está escuro
Vejo morcegos, ouço as corujas
Eu lavo as mãos e vejo qu'estã sujas
E temo, então pular aquele muro

Na mesas só rascunhos - garatujas
Agora é madrugada, então procuro
Lutar contra o inimigo frio e duro
Mostrando as minhas mãos, decerto sujas

Do sangue que escorreu, da boca aberta
Do gozo prometido e nunca tido.
A noite se fazendo sem sentido
Permite à saparia num alerta

Coaxar mais alto mostra o que não foi
Repete em parnasiano um sapo boi...

 

GONÇALVES REIS
MARCOS LOURES

Gonçalves Reis
Enviado por Gonçalves Reis em 04/12/2007
Código do texto: T765033

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gonçalves Reis
São Paulo - São Paulo - Brasil
1155 textos (73746 leituras)
1 áudios (107 audições)
1 e-livros (51 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 11:40)
Gonçalves Reis