Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A BELEZA ME DESCULPE, MAS CONTEÚDO É FUNDAMENTAL

Eu já fui bonito, como feio
O que danado hoje sou
A resposta não me veio
Pois sempre serei o que me dou

Se belo for ser arrumadinho
Do pé a ponta da cabeça
Vá logo tirando seu cavalinho
Antes que eu mesmo lhe esqueça

Tem peso de ouro pra mim
A alma madura verdadeira
O resto considero cupim

Que merece se distrair na madeira
Pois só o fútil enxergar jardim
No efêmero da beleza traiçoeira
Jairo Lima
Enviado por Jairo Lima em 05/12/2007
Reeditado em 05/12/2007
Código do texto: T765441
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jairo Lima
Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco - Brasil
176 textos (16104 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 18:29)
Jairo Lima