Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cantiga de Amar

Pensei logo como tinha cantado
Nos doces anos, a moça desejou
Num gracioso amor por aqui imperou
Para suportar a jovem tem só amado.

E, como o poeta em sua antiga língua
Tem visto as missivas em dores e lágrimas
Os suaves anos, nas tristezas últimas
Aqueles da minha própria vida, a mingua.

A sombra em toda a história humana
Então, chorando um místico faz passar
Atrás de mim as melenas insanas.

E uma voz disse na mestria, ó Ana!
Pressagie quem te ama tanto no ressoar
Dos átimos reais, não padeça é só amar.

                           DR PAVLOV
Dr Pavlov
Enviado por Dr Pavlov em 07/12/2007
Reeditado em 10/10/2008
Código do texto: T768676

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dr Pavlov
Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 49 anos
87 textos (1844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 22:28)