Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLITUDINE - SOLIDÃO DE QUEM AMA...

A poetisa Célia Jardim, uma artista que muito nos honra conhecer, com todo o carinho!

Bahia, 10 de dezembro de 2005

Há muito que não te vejo
mas não te esqueço jamais
ainda sinto o desejo
daqueles tempos atrás

Tu és enfim, minha amada,
aquela que sempre amei
que perdi na minha estrada
e nunca mais encontrei

Eu sofro nesta procura
e sinto como loucura
a força da intuição

Pressinto que estás comigo
que sofres igual castigo
nesta cruel solidão...
Ricardo De Benedictis
Enviado por Ricardo De Benedictis em 28/11/2005
Reeditado em 08/01/2006
Código do texto: T77505

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo De Benedictis
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 77 anos
1214 textos (272404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:31)
Ricardo De Benedictis