Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Musas incognoscíveis!

 
Hás de saber porque o vento é frio
sem dar respostas vindas do passado.
Hás de sentir no vento um aliado,
o amigo alado dos teus calafrios.

Não há calor se os sonhos são sombrios,
inda que houvesse a derradeira chama
a chamuscar lembranças sobre a cama,
pois a saudade inunda como um rio,

que, represado, rompe a barragem
para alargar as terras no caminho
e os atóis que lhe cercam passagem.

Mulheres! São um rio de carinho,
que traz as águas quando há estiagem
pra quando um homem se sentir sozinho.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 19/12/2005
Código do texto: T88458
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1332 textos (57750 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3192 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:41)
Herculano Alencar

Site do Escritor