Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A tua vida breve

A Edmir Domingues

-----

Abre os olhos, poeta! É dia ainda!
Abre as portas do céu, vem nos saudar.
Não é hora nem vez de nos deixar.
Abre os olhos e vê que a vida é linda!

Essa vida, que é breve e logo finda,
é só parte de nós. Mas o pensar
do poeta há de ser teu avatar.
Desce logo! Esperamos tua vinda.

O teu barco da morte andou veloz
e tirou o teu sopro de existência,
o teu corpo perdeu seu palpitar.

Mas ficou teu espírito entre nós
a mostrar como é pura incongruência
um poeta morrer, partir, findar...
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 02/04/2005
Código do texto: T9352
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
909 textos (260234 leituras)
36 áudios (10733 audições)
6 e-livros (1679 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:04)
Paulo Camelo

Site do Escritor