Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE ELA VIESSE

       
Se ela viesse, eu lhe abriria a porta,
diria – vem, faz pouso e faz guarida
no peito do poeta. A alma exorta,
dá força e fé, dá alegria à vida.

Vamos pensar no agora, na partida
para um novo caminho. Nada importa
o meu ontem, o teu. Juvenescida
nossa esperança, a era passada é morta.

A vida é nova, ultrapassada a porta.
Teu passado se corta, o meu se corta
sem possível emenda ou retrocesso.

Acenderei o fogo do café
e lavarás a louça. Nossa fé
vai nos soprar a era do sucesso.

                     Em 06.01.05


 
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 14/01/2006
Reeditado em 04/03/2006
Código do texto: T98581

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19601 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:32)
João Justiniano