CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

"ADJUNTOS ADVERBIAIS" : o que são, quais os tipos e como identificá-los na oração.



                                 A D J U N T O S    A D V E R B I A I S :

1. O QUE SÃO :

    São palavras ou conjunto de palavras (=locução adverbial) que
    corresponde a um advérbio.

    Assim como o objeto direto e o objeto indireto, O ADJUNTO AD-
    VERBIAL TAMBÉM EXERCE A FUNÇÃO DE (MAIS UM) COMPLEMEN-
    TO VERBAL.

                           (E por que a expressão entre parênteses "mais
                            um" ? Porque os complementos básicos    são
                            OBJETO DIRETO e OBJETO INDIRETO).

                            Vejamos, inicialmente (a título de lembrança)
                            uma oração que emprega COMO COMPLEMEN-
                            TOS VERBAIS  apenas O OBJETO DIRETO     e
                            o OBJETO INDIRETO  :

     "O pai ofereceu PRESENTES CAROS AO FILHO CAÇULA"
   
     "PRESENTES CAROS" (porque responde a pergunta : o pai ofe-
                             receu O QUÊ?) é o OBJETO DIRETO;

     "AO FILHO CAÇULA" (porque responde a pergunta : o pai ofere-
                              ceu (presentes caros) A QUEM?) é o OBJETO
                              INDIRETO.

                              Vejamos, agora, a mesma oração acima COM
    O ACRÉSCIMO DE PALAVRAS QUE FUNCIONAM COMO "ADJUNTO
    ADVERBIAL" (observar que : o lugar normal de um adjunto adver-
    bial é NO FINAL de uma oração; porém, às vezes, ele pode apare-
    cer LOGO NO INÍCIO DA ORAÇÃO) .

    "O pai ofereceu presentes caros ao filho caçula NO SEU ANIVERSÁ-
     RIO".

     "Presentes caros" = continua  funcionando como OBJETO DIRETO;
     "Ao filho caçula"   = continua funcionando como  OBJETO INDIRETO

     "NO SEU ANIVERSÁRIO" (Porque responde a pergunta "o pai ofere-
                               ceu presentes caros ao filho caçula QUANDO?)
                               É O ADJUNTO ADVERBIAL DE TEMPO, porque
                               a pergunta "quando" dá a idéia de tempo)


2. CLASSIFICAÇÃO DOS ADVÉRBIOS

    A classificação do advérbio é definida por cada (olha a cacofonia
    aí, gente !) diferente circunstância que ele indica.

    Assim, o advérbio pode indicar as seguintes circunstâncias :

    2.1 - NEGAÇÃO : Não, nunca, jamais.
            Exs.: Eu NÃO conheço os segredos da vida.
                   (não - que está fora de lugar -, por indicar uma nega-
                            ção, aqui funciona como adjunto adverbial   de
                            negação)
   
    2.2 - INTENSIDADE : Muito, bastante, extremamente.
            Ex.: Sentimo-nos BASTANTE felizes
                  (bastante - que está fora de lugar -, por indicar  inten-
                             sidade, aqui funciona como adjunto adverbial
                             de intensidade...)

    2.3 - DE LUGAR :Aqui, ali, perto, longe, em cima , embaixo...
            Ex.: José permaneceu AQUI (aqui - que está no lugar correto-
                             aqui funciona como adjunto adverbial de lugar)

    2.4 - DE TEMPO : ontem, hoje, amanhã, cedo, tarde, etc.
            Ex.: Só retornei do serviço BEM TARDE.
                             ("bem" e "tarde" - aqui em lugar correto - funci-
                              onam, respectivamente, como adjunto adverbi-
                              al de intensidade e de tempo)

    2.5 - DE MODO : bem, mal, assim, igual, diferente, tranquilamente
                           (e predominantemente quase todas as palavras
                            terminadas em "mente").
            Ex.: Eles sempre agem ASSIM
                            (assim - aqui no lugar correto - é adjunto adver-
                              bial de modo).

    2.6 - DE FINALIDADE : A fim de, para (obs.: a fim de QUE e para
                              QUE deixam de ser advérbios e se transformam
                              em conjunções subordinativas adverbiais de
                              finalidade).
            Ex.: Ele se preparou PARA A PROVA.
                              (para a prova - aqui em lugar correto - funcio-
                               na como adjunto adverbial de finalidade).

                               Também são advérbios aquelas palavras que
            indicam CAUSA (Ele desmaiou DE FOME = POR CAUSA DA...);
            ASSUNTO (Não devemos falar SOBRE A AULA fora da sala...);
            INSTRUMENTO (Desatento, ele conseguiu ferir-se COM O
                                  PRÓPRIO LÁPIS).


3. COMO IDENTIFICAR O ADJUNTO ADVERBIAL NUMA ORAÇÃO :
 
    A partir do momento que já sabemos que o que indica a classifi-
    cação do advérbio é A CIRCUNSTÂNCIA QUE ELE INDICA, torna-se
    relativamente fácil a sua classificação, conforme demonstrado no
    item 2, acima.

    E se tornam mais fácil ainda a identificação de alguns, por permi-
    tirem perguntas que facilitam essa descoberta .

                             Por exemplo...

    Se o verbo da frase permitir a pergunta ONDE, a resposta a essa
    pergunta será o ADJUNTO ADVERBIAL DE LUGAR.
               Ex.: Eu vi você NO SHOPPING.
                     (Pergunta para identificar o adjunto adverbial :
                      eu vi você ONDE?)

    Se o verbo da frase permitir a pergunta COMO, a resposta a essa
    pergunta será o ADJUNTO ADVERBIAL DE MODO
               Ex.: Os alunos passeavam TRANQUILAMENTE...
                     (Pergunta para identificar o adjunto adverbial :
                      os alunos passeavam COMO?)

    Se o verbo da frase permitir a pergunta QUANDO, a resposta a es-
    sa pergunta será o ADJUNTO ADVERBIAL DE LUGAR  :
               Ex.: Nós moramos LOGO ALI
                     (Pergunta para identificar o adjunto adverbial :
                      Nós moramos ONDE?)


                                     Assunto "mamão com açúcar"?

 
 
pedralis
Enviado por pedralis em 13/06/2008
Código do texto: T1032969
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
pedralis
Salvador - Bahia - Brasil
2695 textos (2804929 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/14 15:22)