Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS ELEMENTOS TEATRAIS

DRAMÁTICOS E NÃO DRAMÁTICOS

_____________________________________________________

 

Entende-se por teatral toda manifestação tendente ao espetáculo, sem a necessidade de um local específico para a sua apresentação, nem de um texto. O espetáculo teatral é, então, toda representação executada diante do público. Como exemplo, podemos citar uma missa, um desfile de moda ou militar, uma procissão. Essas manifestações apresentam um caráter não dramático. Mas quando atores interpretam o desenrolar de uma ação por meio de personagens, sobre um palco, num local apropriado e diante de um público, tem-se um espetáculo dramático, ou seja, o gênero dramático.

O espetáculo dramático se baseia geralmente na representação de um texto por um ator ou atores, e sua característica essencial é a imitação de fatos fictícios que poderiam ser reais. Requer, para sua execução, um processo de planejamento, ensaio e apresentação.

No entanto, as obras dramáticas costumam a apresentar elementos não dramáticos que requerem a manifestação de talentos específicos, como o canto, a dança, o malabarismo etc. Essas habilidades surpreendem e divertem o público, mas o fundamento da obra dramática é sempre a representação de fatos imaginários.

O acrobata que caminha sobre uma corda suspensa no ar está protagonizando um espetáculo de caráter não dramático, já que executa um ato acrobático real. Mas quando o ator simula no palco os passos de um acrobata, sua função é dramática, já que se trata de uma imitação ou simulação da realidade.

O valor estético de qualquer obra teatral é determinado pelas diferentes combinações entre os elementos dramáticos e não dramáticos. Entretanto, há diferentes tipos de espetáculos teatrais cujo valor estético é difícil de determinar, devido à combinação de elementos dramáticos, musicais, de dança, ou de outra natureza. Esse é, por exemplo, o caso da ópera, na qual pode predominar o elemento musical ou o dramático; ou do Vaudeville, em que se combinam representações teatrais com números de música e dança. Essa mistura se dá também no teatro oriental, em que a representação dramática costuma estar inserida em exibições de dança. Razão pela qual se passou a distinguir os gêneros próprios do teatro tradicional e os mistos como a ópera e a opereta, em que a música desempenha papel prioritário; a comédia musical, em que a dança e a música incorporam-se plenamente à linguagem dramática.

Enquanto os textos teatrais ficam documentados em livros, e os cenários e figurinos em fotografias e desenhos, a peça teatral é efêmera, só se realiza integralmente enquanto dura o espetáculo. ®Sérgio.

Tópico Relacionado: O Texto Teatral e O Narrativo.  (clique no link)

____________________

Para copiar este texto: selecione-o e tecle Ctrl + C.

Este texto foi elaborado com a ajuda de: Brook, Peter.  O teatro e seu espaço. Petrópolis: Vozes, 1970. / Magaldi, Sábato.  Iniciação ao teatro. São Paulo: Ática, 1986.  Panorama do teatro brasileiro. São Paulo: Difusão Europeia, 1962.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquercomentário.

Se vocêencontrarerros (inclusive de português), faça a gentileza de avisar-me.

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 05/05/2006
Reeditado em 01/11/2010
Código do texto: T150587

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 69 anos
1281 textos (21177480 leituras)
7 e-livros (8547 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 19:54)
Ricardo Sérgio