Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONSTRUINDO MEU MUNDO.


Olhando para o céu num lindo dia 02 de maio, concentrei-me e acabei deixando que os dedos do calmo sono tocassem meus olhos.
Acordei em um lugar simples, cheio de cores, coelhos, doces e de muitas crianças. Um portal feito de papel me indicava onde eu estava. Acabava de chegar a um povoado chamado Infância.
Ali fiquei alguns dias, tudo era muito bom mais faltava alguma coisa... Tinha tudo que eu queria mais me faltava uma pessoa...
 Com o tempo cansei-me da rotina daquele pequeno povoado, juntei minhas poucas tralhas e comecei a caminhar, encontrei então uma grande floresta com árvores de uma beleza nunca vista. Perdi-me na curiosidade e acabei caindo com a cabeça no chão, machuquei um pouco, mais nada que me impedisse de caminhar.
Ao atravessar a escuridão das árvores, encontrei uma pequena cidade, não era bela. Tinha uma cor cinza, as casas eram todas amontoadas e feitas de barro, naquela cidade não havia placas e eu fiquei completamente perdido, a única coisa que encontrei foi uma taba fina onde estava escrito: Bem vindo á Adolescência.
Na chegada eu fui muito bem recebido, festas me foram oferecidas e a liberdade soprava os meus cabelos. As coisas ali eram boas a não ser as regras e as confusões que eu fazia comigo mesmo.
Naquela terra foi que eu provei do veneno da serpente, fui seduzido e acabei caindo na emboscada. Prostei-me no chão e senti a terra me tocar e acariciar a minha pele. A serpente olhava-me nos olhos e me fazia ter delírios e prazer ao mesmo tempo. Parece que a terra subia e descia, os meus lábios secavam-se e o meu corpo consumia-se.
Adormeci e quando vi já estava a alguns quilômetros. Estava diante de um grande espaço limpo no meio da selva, sentei ali e fiquei pensando. Daí me surgiu uma idéia; levantar ali naquele espaço a minha própria cidade, do jeito que eu quisesse, com as minhas próprias mãos. Comecei a construção e antes de qualquer coisa fiz uma grande placa de ouro puro com os dizeres: Bem vindo a Juventude. Só entre aqueles que ainda não foram marcados pela mesmice e que estejam dispostos a VIVER.
                 José Humberto R. Anjos
Humberto dos ANJOS
Enviado por Humberto dos ANJOS em 07/07/2006
Código do texto: T189516
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Humberto dos ANJOS
Amorinópolis - Goiás - Brasil, 29 anos
9 textos (471 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:50)
Humberto dos ANJOS