Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pessoal: essa postagem é anterior à reforma ortográfica e portanto as alterações não se encontram atualizadas. O site do professor Hélio Consolaro é citado ao final, pois é a fonte da minha pesquisa, fiquem à vontade para visitá-lo e verificar se ele corrigiu suas postagens após as mudanças. (26/08/2009)

Algumas Regras Ortográficas

(
http://www.graudez.com.br/portugues/ch02s01.html )


Escreve -se com S e não com C/Ç as palavras substantivadas derivadas de verbos com radicais em nd, rg, rt, pel, corr e sent.
Ex.: pretender - pretensão / expandir - expansão / ascender - ascensão / inverter - inversão / aspergir aspersão / submergir - submersão / divertir - diversão / impelir - impulsivo / compelir - compulsório / repelir - repulsa / recorrer - recurso / discorrer - discurso / sentir - sensível / consentir - consensual

Escreve -se com S e não com Z
nos sufixos: ês, esa, esia, e isa, quando o radical é substantivo, ou em gentílicos e títulos nobiliárquicos.
Ex.: freguês, freguesa, freguesia, poetisa, baronesa, princesa, etc.

nos sufixos gregos: ase, ese, ise e ose.
Ex.: catequese, metamorfose.

nas formas verbais pôr e querer.
Ex.: pôs, pus, quisera, quis, quiseste.

nomes derivados de verbos com radicais terminados em d.
Ex.: aludir - alusão / decidir - decisão / empreender - empresa / difundir - difusão

no diminutivos cujos radicais terminam com s
Ex.: Luís - Luisinho / Rosa - Rosinha / lápis - lapisinho

após ditongos
Ex.: coisa, pausa, pouso

em verbos derivados de nomes cujo radical termina com s.
Ex.: anális(e) + ar - analisar / pesquis(a) + ar - pesquisar

Escreve-se com SS e não com C e Ç.
os nomes derivados dos verbos cujos radicais terminem em gred, ced, prim ou com verbos terminados por tir ou meter
Ex.: agredir - agressivo / imprimir - impressão / admitir - admissão / ceder - cessão / exceder - excesso / percutir - percussão / regredir - regressão / oprimir - opressão / comprometer - compromisso / submeter - submissão

quando o prefixo termina com vogal que se junta com a palavra iniciada por s
Ex.: a + simétrico - assimétrico / re + surgir - ressurgir

no pretérito imperfeito simples do subjuntivo
Ex.: ficasse, falasse

Escreve -se com C ou Ç e não com S e SS.
nos vocábulos de origem árabe
cetim, açucena, açúcar

nos vocábulos de origem tupi, africana ou exótica
Ex.: cipó, Juçara, caçula, cachaça, cacique

nos sufixos aça, aço, ação, çar, ecer, iça, nça, uça, uçu.
Ex.: barcaça, ricaço, aguçar, empalidecer, carniça, caniço, esperança, carapuça, dentuço

nomes derivados do verbo ter.
Ex.: abster - abstenção / deter - detenção / ater - atenção / reter - retenção

após ditongos
Ex.: foice, coice, traição

palavras derivadas de outras terminadas em te, to(r)
Ex.: marte - marciano / infrator - infração / absorto - absorção

Escreve -se com Z e não com S.
nos sufixos ez e eza das palavras derivadas de adjetivo
Ex.: macio - maciez / rico - riqueza

nos sufixos izar (desde que o radical da palavra de origem não termine com s)
Ex.: final - finalizar / concreto - concretizar

como consoante de ligação se o radical não terminar com s.
Ex.: pé + inho - pezinho / café + al - cafezal ≠ lápis + inho - lapisinho

Escreve -se com G e não com J
nas palavras de origem grega ou árabe
Ex.: tigela, girafa, gesso.

estrangeirismo, cuja letra G é originária.
Ex.: sargento, gim.

nas terminações: agem, igem, ugem, ege, oge (com poucas exceções)
Ex.: imagem, vertigem, penugem, bege, foge.

Observação

Exceção: pajem

nas terminações: ágio, égio, ígio, ógio, ugio.
Ex.: sufrágio, sortilégio, litígio, relógio, refúgio.

nos verbos terminados em ger e gir.
Ex.: eleger, mugir.

depois da letra “r” com poucas exceções.
emergir, surgir.

depois da letra a, desde que não seja radical terminado com j.
Ex.: ágil, agente.

Escreve -se com J e não com G
nas palavras de origem latinas
Ex.: jeito, majestade, hoje.

nas palavras de origem árabe, africana ou exótica.
Ex.: alforje, jibóia, manjerona.

nas palavras terminada com aje.
Ex.: laje, ultraje

Escreve -se com X e não com CH.
nas palavras de origem tupi, africana ou exótica.
Ex. abacaxi, muxoxo, xucro.

nas palavras de origem inglesa (sh) e espanhola (J).
Ex.: xampu, lagartixa.

depois de ditongo.
Ex.: frouxo, feixe.

depois de en.
Ex.: enxurrada, enxoval

Observação
Exceção: quando a palavra de origem não derive de outra iniciada com ch - Cheio - enchente)

Escreve -se com CH e não com X.
Nas palavras de origem estrangeira
Ex.: chave, chumbo, chassi, mochila, espadachim, chope, sanduíche, salsicha. 

(http://www.portrasdasletras.com.br/pdtl2/sub.php?op=gramatica/docs/algumasregrasortograficas)
Hélio Consolaro
Enviado por Akasha De Lioncourt em 30/08/2006
Reeditado em 01/10/2012
Código do texto: T228455
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar Autoria e Link para a Obra Original). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akasha De Lioncourt
São Paulo - São Paulo - Brasil, 45 anos
706 textos (1034716 leituras)
72 áudios (109732 audições)
30 e-livros (56832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:51)
Akasha De Lioncourt

Site do Escritor