CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Paródia

É um tipo de paráfrase.  É uma imitação, na maioria das vezes cômica, de uma composição literária, (também existem paródias de filmes), sendo portanto, uma imitação que geralmente possui efeito cômico, utilizando a ironia e o deboche. Ela geralmente é parecida com a obra de origem, e quase sempre tem sentidos diferentes.
Na literatura, a paródia é um processo de intertextualização, com a finalidade de desconstruir um texto.
A paródia surge a partir de uma nova interpretação, da recriação de uma obra já existente e, em geral, consagrada.
Seu objetivo é adaptar a obra original a um novo contexto, passando diferentes versões para um lado mais despojado, e aproveitando o sucesso da obra original para passar um pouco de alegria.  A paródia pode ter intertextualidade.
A paródia é uma forma de contestar ou ridicularizar outros textos, há uma ruptura com as ideologias impostas e por isso é objeto de interesse para os estudiosos da língua e das artes.
Ocorre, aqui, um choque e interpretação, a voz do texto original, é retomada para transformar seu sentido, leva o leitor a uma reflexão crítica de suas verdades incontestadas anteriormente, com esse processo há uma indagação sobre os dogmas estabelecidos e uma busca pela verdade real, concebida através do raciocínio e da crítica.
Os programas humorísticos fazem uso contínuo dessa arte, freqüentemente, os discursos de políticos são abordados de maneira cômica e contestadora, provocando risos e também reflexão a respeito da demagogia praticada pela classe dominante.  Com o mesmo texto utilizado anteriormente, teremos, agora, a paródia.

Texto Original

Minha terra tem palmeiras
Onde canta o sabiá,
As aves que aqui gorjeiam
Não gorjeiam como lá.
(Gonçalves Dias,”Canção do Exílio”)

Paródia

Minha terra tem palmares
Onde gorjeia o mar
Os passarinhos daqui
Não cantam como os de lá.
(Oswald de Andrade,”Canto de regresso à pátria”)

O nome Palmares, escrito com letra minúscula, substitui a palavra palmeiras, há um contexto histórico, social e racial neste texto, Palmares é o quilombo liderado por Zumbi, foi dizimado em 1695, há uma inversão do sentido do texto primitivo que foi substituído pela crítica à escravidão existente no Brasil.

Fonte: Apostila Solução
Marcelo Inácio
Enviado por Marcelo Inácio em 18/11/2010
Código do texto: T2622636
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Inácio
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 47 anos
127 textos (384266 leituras)
32 áudios (1754 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/08/14 04:48)