CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto
PROSOPOPÉIA, HIPÉRBOLE, EUFEMISMO E IRONIA
02.12.2006.
 
 
Minha Lua sorri deveras falsa que é
Entabula minhas fases várias faces que são
Minha Lua é uma menina num corpo de mulher
Encabula a minha fé em diversos tipos de oração
 

Peregrino em mil e duzentos planetas todo dia
Porém me ilumino mesmo, na luz que minha Lua irradia!

 
Na curva da vida
No início de meu perambular astral
Imaterializado num outro agreste
Quero ver-te Lua sempre igual
Crateras de minha lida terrestre

 
Digo tanto amá-la Lua
Digo sê-la tanto dos amantes
Porém quando em coitos delirantes
Quando na excitação profunda
Desse alto céu, Lua
O que vês é minha bunda!
 

 
 
 

Marcelo Braga
Enviado por Marcelo Braga em 16/05/2011
Reeditado em 23/07/2012
Código do texto: T2974768
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Braga
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 41 anos
3086 textos (198907 leituras)
2 áudios (277 audições)
10 e-livros (2096 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/10/14 07:25)