CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

A ALUSÃO

_____________________

Estudos Literários

 

Entende-se por alusão toda referência explícita ou implícita, direta ou indireta, proposital ou causal, a uma obra, um autor, personagem, situação, etc., pertencente ao mundo literário, artístico, mitológico, etc., e que seja do conhecimento do leitor. Por exemplo, no enunciado: "O Comandante americano alcançara uma vitória de Pirro".

Está sendo feita uma alusão ao célebre general grego Pirro. Você só poderá entender essa alusão, se conhecer a história do general; que é a seguinte: seu exército após uma difícil vitória sofreu tantas baixas que o levou a dizer: "Mais uma vitória como esta e estou perdido". De modo que a alusão à vitória de Pirro passou a ser, em qualquer contexto, uma conquista difícil.

Camões, ao dizer que "Cessem do sábio Grego e Troiano / As navegações grandes que fizeram" (Os Lusíadas, c. I, est. 3), alude a Ulisses e Enéias.

Percebe-se, sem dúvida, que a alusão é a leve menção de outros textos dentro de um texto, pela inserção do autor. A alusão não transcreve um texto preexistente, apenas o referencia. Por outro lado, nem sempre o leitor, ainda que culto e atento, reconhece a alusão encerrada numa passagem.

Segundo estudiosos de literatura como Earl Miner e outros, podemos distinguir os seguintes tipos de alusão:

1. Alusão Tópica ou Histórica, quando se refere a acontecimentos passados ou recentes. É o caso do general Pirro.

2. Alusão Pessoal, quando o escritor menciona fatos relativamente notórios de sua própria existência. Como é o caso do poeta e dramaturgo William Butler Yeats, cuja obra está repleta de alusões restritas à sua vida privada.

3. Alusão Nominal, quando se refere a um nome próprio do conhecimento geral. Homero, Platão, Ulisses, Enéias, James Joyce.

4. Textual, quando se refere a textos preexistentes na tradição literária. Uma obra literária pode ser, no seu todo, uma alusão de uma obra anterior, como no caso de Osman Lins, que transpôs para o sertão pernambucano, em O Fiel e a Pedra, a Eneida de Virgílio. ®Sérgio.

_____________________________________________________

Para saber mais: E-Dicionário de Termos Literários, coord. de Carlos Ceia. Disponível em: <http://www.edtl.com.pt>

Se você encontrar omissões e / ou erros (inclusive de português), relate-me. Só enriquecerá o trabalho.

Agradeço a leitura do texto e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 05/07/2011
Reeditado em 13/05/2012
Código do texto: T3077795

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
1281 textos (14121889 leituras)
7 e-livros (5919 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/07/14 19:54)