Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Versificação

Verso – representa cada unidade construtiva rítmica de uma poesia.
Métrica – é a quantidade de sílabas poéticas.
Escansão - é a contagem do número de sílabas poéticas.

Importante:
Contam-se as sílabas até a última tônica.
Es|tou | de | vol|ta | pro | meu | a|con|che|go - átona
 1    2      3     4   5     6        7      8    9    10

Sem|pre | quis | te | dar | ca|ri|nho e | pai|xãotônica
   1      2        3      4     5      6  7     8         9   10
(O fenômeno que se verifica na sílaba poética número oito chama-se elisão (sons vocálicos diferentes).

A | col|cha a|ca|ba | de a|que|cer | nós | dois  
1    2       3      4   5      6      7      8      9       10
Além da elisão na sílaba poética número seis, há crase (a mesma vogal) na número três.

A saber...
O número de sílabas é determinante para sua classificação:
Uma – Monossílabos;
Duas – Dissílabos;
Três – Trissílabos
Quatro – Tetrassílabos
Cinco – Pentassílabos ou redondilha menor (acentos na 2ª e 5ª)
Seis – Hexassílabos (acentos na 2ª e 6ª sílabas)
Sete – Heptassílabos ou redondilha maior (acentos na 3ª e 5ª)
Oito – Octossílabos
Nove – Eneassílabos ou jâmbicos (acentos na 3ª, 6ª e 9ª)
Dez – Decassílabos = heróico (acentos na 6ª e 10ª) ou sáficos (acentos na 4ª, 8ª e 10ª)
Onze – Hendecassílabos ou datílicos (acentos na 2ª, 5ª, 8ª e 11ª)
Doze – Dodecassílabos ou alexandrinos (se os acentos forem na 6ª e 12ª)
Mais de doze – Bárbaros

Repetição
Antecanto – repetição do verso no início de cada estrofe.
Bordão – repetição do verso no final de cada estrofe.
Estribilho ou Refrão – repetição constante dos versos.

Quanto ao número de versos:
Monóstico
– um verso
Dístico – dois versos
Terceto – três versos
Quadra ou quarteto – quatro versos
Quintilha – cinco versos
Sextilha – seis versos
Septilha – sete versos
Oitava – oito versos
Nona – nove versos
Décima – dez versos

Ritmo  
É o traço forte ou fraco que marca os intervalos numa versificação.
Binário
Chama-se ascendente o ritmo melódico fraco-FORTE;
O | ri|so | ven|ce o | pran|to
A   T   A      T      A         T    A

O binário descendente mostra uma relação FORTE-fraco.
Tin|has | tan|to | me|do | va|go e | frou|xo
  T    A       T    A     T    A     T     A        T    A

Ternário
À relação fraco-fraco-FORTE chamamos ascendente;
“Tu | cho|ras|te em | pre|sen|ça | da | mor|te” (G. Dias)
   A     A      T      A         A      T    A     A       T

Temário descendente mostra uma relação inversa, ou seja, FORTE-fraco-fraco.
Pá|gi|nas | cá|li|das; | pá|li|das | pá|gi|nas
  T  A    A      T  A   A        T  A   A      T   A    A

Atenção: Brancos e Livres são os versos sem rima e métrica respectivamente.

Rima  
Identidade sonora, normalmente, no fim de cada verso.
Quanto à combinação
Alternadas ou Cruzadas
ABAB
...casa
...forte
...brasa 
...norte
Emparelhadas ou ParalelasAABB
...vento
...lento 
...ponho
...sonho
Interpoladas ou OpostasABBA
...viso 
...fraca
...maca
...riso
Continuadas – repetição da mesma rima ao longo do poema.
Mistas – são as que não seguem esquematização regular.

Quanto à acentuação tônica
Oxítonas
– agudas ou masculinas
Paroxítonas – graves ou femininas
Proparoxítonas – esdrúxulas

Quanto à coincidência sonora
Perfeita
ou Soante – há correspondência completa de sons: tento / vento – vele / sele.
Imperfeita ou Toante – há correspondência parcial de sons: âmbar /amar – até /ate.

Quanto à Morfologia
Rica
– classes gramaticais diferentes: contente / tente
Pobre – a mesma classe gramatical: coração / união
Preciosa – palavras quase sem rima: pauta / nauta
Coroadas – As que ocorrem dentro de um mesmo verso.
Ex.: O triste existe em sofrimento lento. (Castro Alves)

Estrofe – é o agrupamento de versos.

FORMAS FIXAS
. Soneto: poema formado por dois quartetos e dois tercetos, normalmente composto por versos decassílabos e de conteúdo lírico;
. Balada: poema formado por três oitavas e uma quadra;
. Rondel: poema formado por duas quadras e uma quintilha;
. Rondó: poema com estrofação uniforme de quadras;
. Vilanela: poema formado por uma quadra e vários tercetos.
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 17/08/2005
Reeditado em 25/07/2007
Código do texto: T43313

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
408 textos (349444 leituras)
2 e-livros (296 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/10/14 13:22)
Nel de Moraes



Rádio Poética