Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PRÉ-MODERNISMO

 O Pré-Modernismo iniciou-se,
 no Brasil, séc. XX, em 1902,
 quando Euclides da Cunha
 publicou a obra "Os sertões",
 o qual expunha os problemas do
 homem do sertão, desvendando
 uma existência de vários Brasis,
 mostrando a luta do homem pela
 terra, na Guerra dos Canudos,
 as quais estão relatadas no livro,
 causando grande impacto, porque
 ela não se tratava, efetivamente,
 de uma guerra, mas de um crime:
 do governo contra o seu próprio
 povo. Essa visão bem realista e
 que denunciava os desmandos
 dos governantes, era típica dos
 escritores pré-modernistas, uma
 verdadeira crítica e desabafo de
 sua insatisfação sobre a situação.
 Outro autor, preocupado com as
 questões sociais, Monteiro Lobato,
 fazia reflexões sobre a saúde e
 instrução de nosso país e sua
 precariedade, caracterizadas na
 figura do caboclo, como Jeca Tatu,
 até mesmo no falar caipira e na
 forma ociosa e impressionante de
 sobreviver "lei do menos esforço".
 Monteiro também foi notável autor
 da literatura infanto-juvenil, como
 pode-se notar pela criação de
 O sítio do Picapau-amarelo e seus
 famosos personagens: a boneca
 falante Emília, Narizinho, Pedrinho,
 Dona Benta, Tia Anastácia e outros,
 que encantaram adultos e meninos.
 Vale ainda ressaltar nomes como;
 Graça Aranha e Lima Barreto e suas
 respectivas obras "Canaã" e "Triste
 fim de Policarpo Quaresma", um
 fanático nacionalista, que foi para
 o cinema adaptado e prestigiado.
 O Pré-Modernismo abriu o caminho,
 pode-se dizer, para que novas
 denúncias aparecessem, por novos
 escritores do movimento modernista.            
Marlene Couto
Enviado por Marlene Couto em 27/09/2013
Reeditado em 27/09/2013
Código do texto: T4500925
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marlene Couto
Mogi das Cruzes - São Paulo - Brasil, 61 anos
1560 textos (31771 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/10/14 09:11)
Marlene Couto



Rádio Poética