Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NADA DE VOTO BRANCO, NADA DE VOTO NULO!


* Nadir Silveira Dias


Tenho ouvido insistentemente que este ano os políticos não vão receber o voto que antes recebiam.

E chama a atenção a crença de que ao votar em branco ou anular o voto não haverá eleição de tais e de mais tais políticos ou que com menos votantes a eleição poderá ser anulada!

Nada mais equivocado do que isso!

As pessoas que assim se posicionam não se dão conta de que qualquer conta somente pode levar em conta os votos válidos. Não o tamanho do colégio eleitoral. Não o número total das pessoas que podem votar.

Para exemplificar, tomemos o número 1000 como quantidade de pessoas aptas para votar e pensemos que uma maioria qualquer dessa quantidade anule o voto e vote em branco, o resultado não será a anulação da eleição, mas a eleição dos candidatos com a maior quantidade de votos, por mínima que seja.

E ainda mais: qualquer quantidade de votos de cada mil pessoas aptas para votar, elegem sim os candidatos em disputa.

Por essa razão sobressai o fato de que votar em branco ou anular o voto corresponde a uma traição para conosco mesmo, pois apesar de ninguém ignorar as dificuldades que se tinha e mais ainda se terá nesta eleição de 2006 para votar, todos precisam saber que votar em branco ou anular é a pior possibilidade que existe.

Faça um esforço para achar um candidato e vote nele validamente. Dispense a bobagem que é votar em branco ou anular o seu voto porque este seu “voto protesto” (branco ou nulo) NÃO SÃO COMPUTADOS como votos válidos e se transformam em voto positivo (pela ausência de um voto para o candidato este ou aquele) para um candidato qualquer que você nem pode ainda saber quem seja e o que pretenda com o seu, com o nosso dinheiro, este mesmo que nos tomam todos dias em tributos vorazes (impostos, taxas, contribuições e mais todas os outros serviços essenciais de saúde, segurança, educação, transporte, habitação, emprego, que ainda temos de pagar se quisermos atendimento).

Voto branco e voto nulo auxiliarão quem estiver na frente, por mínima que seja essa vantagem. Voto branco é bobagem! Voto nulo também é bobagem!

Não nos deixemos enganar também nisso.

Eu queria poder ter nesta eleição um índice de votos válidos como nunca tivemos.

Para afastar definitivamente da vida pública quem se candidata mais uma vez, sem nunca ter merecido o seu, o nosso voto, ou para eleger gente que nunca foi eleito antes e cuja proposta não se pareça com os velhos e surrados descompromissos de sempre para conosco e de compromissos com entes ou corporações que depois vão cobrar do eleito. E nós vamos pagar outra vez.

Apesar disso, o sistema eleitoral vigente não adota mecanismo de controle daquele que dá o voto. E a solução menos pior é sempre nunca votar em branco e nunca anular o voto.

Eu creio que ainda vamos evoluir para um sistema eleitoral cujo eleitor poderá retomar o seu voto caso o candidato em que tenha votado esteja a descumprir o que prometeu antes da eleição. E perderá o mandato! Quem viver, verá, com absoluta certeza!

Mas por enquanto não há saída. Esforce-se para achar um candidato e votar validamente.

Na pior das hipóteses, ainda que entenda que não há candidatos aptos para fazer ciência política, a finalidade da gestão pública e do Estado Soberano de Direito, vote no menos ruim.

Isso lhe fará melhor, com toda a certeza, diante de você mesmo, diante de seus filhos, netos, diante da própria história!


* Escritor e Jurista – nadirsdias@yahoo.com.br
Nadir Silveira Dias
Enviado por Nadir Silveira Dias em 23/09/2006
Código do texto: T246972
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nadir Silveira Dias
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1036 textos (153796 leituras)
4 e-livros (380 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:50)
Nadir Silveira Dias