Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu país ladrão...

Verdades de uma vida
na seca da vaidade
na chuva insatisfeita
reclamando com os trovões

Enquanto isto estou a pensar...

Na guerra do amor,
na chuva da violência
na seca da paz,
reclamando para um mundo
que não me satisfaz...

O amor e o ódio
e eu a sonhar
com a paz
para o terceiro mundo
onde nunca houve
paz, harmonia e amor,
verdades e compreenção...

Coisas inexistênte
nas terras
deste país ladrão...

País ladrão
que rouba a comida do prato
pra jogar no lixo,
que rouba o meu eu pra pôr no papel...

País ladrão
que rouba a minha crença,
a minha verdade,
o meu Deus...

País ladrão
que rouba a minha vida
pra pôr na terra do meu país ladrão...

País ladrão,
onde a justiça mata,
e o ladrão comanda...

País ladrão,
um país que promove guerra,
mata homens
e deixa crianças e mulheres
passando fome
por causa do ouro
que não vale nada
No meu país ladrão

País que chora o meu choro
que soa o meu suor
que vive a minha vida
que mata a minha morte...

País que promove guerras,
mata a inocentes...

Este é o meu país ladrão,
que vive a cada dia
que sobrevive a cada ameaça
é um país que rouba...

Mas, é um país nobre ao seu povo...


Natali Bambam Cuore
bambamnaty@hotmail.com
Bambanzinha
Enviado por Bambanzinha em 07/11/2005
Código do texto: T68507

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Bambanzinha
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
72 textos (50186 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:26)
Bambanzinha