Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quadrinhas (2)

Fui almoçar com elazinha,
toda de azul e muito lacinho;
Zenilda é nome seu, de batismo,
mas na roda da rua morena e de zinco,
todos a chamam de meu benzinho.


A gente sabe quando a mulher é da gente,
quando lá no fundo do abismo muito escuro,
ela grita pra gente, e pergunta se está vivo,
e quando a gente diz que está muito fundo,
ela corta a corda e pergunta " e agora "?


Quando casei, de pronto e casaca,
todo mundo em festa eufórico, dizia:
vai em frente homem! Avante! Lance !
Mas quando fui rente e pra frente,
encontrei mesmo uma tora gigante!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 19/05/2006
Código do texto: T158739
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:24)
José Kappel