Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TROVAS HOMENAGEANDO GRANDES POETAS BRASILEIROS

RIBEIRO COUTO


O meu poeta – doce graça,
Da jovem melancolia -,
Sentou no banco da praça,
Da paisagem fez poesia!


Ribeirão a correr calmo
Breve canto livre e solto
Que ao coração escorre almo
É Ode de Ribeiro Couto...


Estaçãozinha de trem
Esquecida no caminho
Bem podia estar o bem...
Para eu que viajo sozinho!


ADELMAR TAVARES


Junto à andorinha nos ares
Está noutra vida errante
O nosso Adelmar Tavares
Poeta, trovador e amante...


Quem na vida espera amores
Ouça bem o que lhe digo:
Brade o Rei dos Trovadores
Pra quem sonha dar-te abrigo.



FRANCISCA JÚLIA


Junto ao verso de Francisca
Brota simbólica flor;
Místico botão que aprisca
Na dor exalando o Amor!


Oh! Minha Francisca Júlia...
Celeiro mor das poesias,
Guardo em minh’alma esta tulha,
Grãos pueris das fantasias...



AUGUSTO DOS ANJOS


Pudera eu conhecer Ciência
Pra cantá-la como banjos
Como fez com proficiência
Meu poeta Augusto dos Anjos.


Desse amor assassinado
A mando de "tu´mãe", vulto
Nasceu, poeta idolatrado,
Análogo a um deus dum culto...



ABGAR RENAULT


Abgar Renault rouba flor:
Rubra rosa no rosal
E oferta para teu amor!
Rosas no amor: temporal!


Rapaz roubara uma rosa
P´ra ofertá-la a sua flor;
Mas foi preso e a flor: furiosa
Ao saber largou seu amor...
Alexandre Tambelli
Enviado por Alexandre Tambelli em 27/08/2006
Reeditado em 10/09/2011
Código do texto: T226365
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Tambelli
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
676 textos (116516 leituras)
8 áudios (2991 audições)
1 e-livros (398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:00)
Alexandre Tambelli