Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TROVAS DAS FLORES

Receba em mãos esta rosa
Colhida com singeleza
Por alma cândida e airosa
No Jardim da Natureza.


Quero ser o jardineiro
Da intocada margarida
Que tendo inocente cheiro
Perfuma de Amor a Vida.


Como a abelha em meio à flor
Pousado no doce lírio
Polinizado delírio
Sinto mel, melado, Amor...


- Digo-lhe bela senhora -
Trovador quer ser a hera
Para o Amor a toda hora
Ser Eterna Primavera.


Quem dera ser bem-te-vi
P´ra pousar na íris p´ra voar
E em terra mar céu ecoar:
Você! A mais bela que vi.


Nesta ausência relembrada
Nem sequer cheiro de absinto...
Somente uma alma embriagada
Com taças de vinho tinto...


Alexandre Tambelli
Enviado por Alexandre Tambelli em 07/09/2006
Reeditado em 10/09/2011
Código do texto: T234931
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Tambelli
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
676 textos (116344 leituras)
8 áudios (2991 audições)
1 e-livros (398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:42)
Alexandre Tambelli