Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTES BICHOS DE AGORA...


Olhem os bichos de agora
De verem tantas novelas
Exigem: “- Vamos embora,
Fazer como se faz nelas.”

Se os homens têm alegrias
E fazem certas loucuras
Que os bichos gozem uns dias
Pois as noites são tão duras…

Sussurrava o sapo à rã:
-Beija-me querida prima!
Foram logo pró divã
Aos beijos de baixo acima.

Salta o coelho à coelha
Enquanto a cenoura rói
E sussurra-lhe à orelha:
-Está mesmo bom…Não foi?

Mesmo o pobre caracol
Anda à procura de par
Aponta os cornos ao sol:
-Porra que me estás a assar!

Se o carneiro corta a lã
Fica a ovelha chorosa
Lá diz ele: -Tenho frio…
Grita ela: - Ovelha ranhosa!

Vejo o burro aburricado
E a burra desesperada
Ele é só publicidade
E ela lá fica sem nada…

E vejam a vaca louca
De paixão (só pode ser)
Cada vez é mais galdéria
Põe-lhe a cabeça a crescer!

Até o pequeno rato
De fértil reprodução
Procura sabiamente
Ter a rata sempre à mão…

Nesta coisa de adultério
Mesmo a elefanta é tentada
E o paquiderme, coitado
De trombas, só à trombada…

E o belo e nobre faisão,
Não é tipo de dar baldas,
Quer sete faisoas à mão,
Ele é como eu...das Caldas!


Adolfo Dias,1989



HENRICABILIO
Enviado por HENRICABILIO em 23/09/2006
Reeditado em 13/10/2008
Código do texto: T247512
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
HENRICABILIO
Caldas Da Rainha - Leiria - Portugal, 55 anos
573 textos (246247 leituras)
20 áudios (22305 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:22)
HENRICABILIO