Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não existe culpado.

Meus olhos prercorrem o azul do infinito
E para não ficar com medo ou aflito
Respiro fundo e vou logo pensando
Vou cultivar a alegria,não serei triste
Porque Deus existe e esta no comando
Mas a existencia assusta um pouco
Centenas de loucos sò elaborando
Um modo mais facil de ganhar a vida
E nessa desenfreada corrida
Honestidade e bom senso vão atropelando.

Basta olhar para a nossa politica
Erros grotescos engrossando a estatistica
Da corrupção que sò vai aumentando
Ninguem sabe de nada,e não existe culpado
E o pobre do povo indefeso e coitado
Na desiluzão vivem amargando
Não existe ninguem pra quem possa apelar
Sò o bom Deus là do cèu è quem pode salvar
E as taxas e impostos o povão vai pagando,

Se fala a verdade tem que pedir desculpa
Assumindo uma culpa
Por ser digno e correto
O mundo esta cheio de caras de pau
Sò planejando e fazendo e o mal
São atos corruptos cinicos e indigestos
Apesar de vazio e não encotraren eco
E correndo o risco de tomar peteleco
Se o povo cansado partir para o protesto.

De promessas vazias o inferno esta cheio
E a tendencia de tudo,è ficar bem mais feio
Se não surgir alguem de pulso e vergonha na cara
Em todos setores sò se ve arrogancia
Denigre e corrompe e sò visa a ganancia
Não encontro um nome a que tudo isso se equipara
E o que mais me intriga è a demagogia
Talves por impulso da maldita ironia
Descaradamente,ao Mestre Jesus ainda se compara.
Pedro Nogueira
Enviado por Pedro Nogueira em 27/09/2006
Código do texto: T250265
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Nogueira
Campinas - São Paulo - Brasil, 63 anos
6223 textos (162965 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:23)
Pedro Nogueira