Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O fruto autentico.

O sertão do meu imenso Brasil
Ostenta Riquezas de belezas infindas
O verde dos campos e das matas
Cachoeira,riachos e cascatas tão lindas
Pantanos ,lagoas e açudes
Verdadeiras reservas de vida
Na primavera exala perfume
Com suas paisagens tão coloridas
Mes de Fevereiro, è Verão
Inumeras paineiras floridas.

Là se avista o imenso cerrado
Onde faz morada o lobo guarà
Na copa mais alta da densa floresta
È onde està o ninho do gavião Caracarà
Tem tambem bosques calmos e sombrios
Onde se ouve o canto suavo de um sabià
Alem de sanhaços,bem-te-vis e tico-tico
Tem a coruja a codorna,tiziu e saurà
E no galho da enorme e velho pinheiro
Se ouve um pintasilgo a gorgear.

Tem o estridente cantar das cigarras
Nas belas tardes de intenso calor
Besouros,marimbondos e abelhas
Fazendo a festa num ramo de flor
Um casal de quero-quero se alarma
Sentido o perigo,mas è sò um esquilo roedor
No tronco o camaleão espreitando
E enquanto espera,vai alternando sua cor
U casal de João de barro cantando em dueto
Construindo sua casa ,seu ninho de amor.

Nestes versos pequenos não dà pra falar
Pois existe de belezas ainda um milhão
Mas uma coisa eu afirmo sem medo de errar
Meu caro amigo meu bom cidadão
Se algum dia tiver a oportunidade
Vai là conhecer o meu belo sertão
E creia meu amigo eu duvido muito
Se não te despertar uma enorme paixão
Sem menosprezar o mundo mederno e atual
Mas là està o fruto autentico ,a Divina criação.
Pedro Nogueira
Enviado por Pedro Nogueira em 30/09/2006
Código do texto: T252754
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Nogueira
Campinas - São Paulo - Brasil, 63 anos
6223 textos (162994 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:49)
Pedro Nogueira