Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chega de estorvo.

Discursos e façanha,promessa e barganha
Prosa de campanha,em tempo de eleição
Quanta baboseira sò se ouve besteira
Pastelzinho na feira,iludindo o povão
Falsas estatisticas,ofensas e criticas
Fala-se muito e não se explica, a real intenção
O eleitor ouve e se cala,eo bando de malas
Em Deus não se fala,e è sò ambição
Beijando criancinha vai fazendo a linha
De pessoa certinha ,com estilo e padrão
Para essas pessoas a mamata è muito boa
Por isso não è atoa,toda essa encenação.

È muita conversa e bastante promessa
Pois bem maior è a pressa de se eleger
Tudo a eles compete,prometem e prometem
E atè se comprometem em tudo fazer
E como são chatos de valores nem tão exatos
Exibem atè extratos,mas ouça o que vou dizer
Para serem sensatos,è menos que cifra e contratos
È bem mais simples o ato,que o povo dezeja ver
Um politico sem arrogancia,e bem longe da ganancia
Exaltando a importancia,de um bom proceder
Fazendo do nosso Brasil,este Paìs de riquezas mil
Algo diferente de um covil,e um lugar digno de se viver.

Diginidade requer conciencia,um pouco de coerencia
E não abusar da paciencia,do povo que te elegeu
È preciso respeito,è feio ir a publico e bater n peito
Ofuscando o direito,do povo participar de que è seu
O povo è o dono do dinheiro,e devia saber primeiro
Do seu paradeiro,ou o que a ele se sucedeu
Lembre que nasceu num berço nobre,não è defeito ser pobre
veja se  descobre onde è melhor do que eu
Digo eu, porque sou povo,e não quero ver de novo
Um politico estorvo,a obastruir o caminho meu
O povo desconhece a sua força,por isso amigo me ouça
Toma vergonha e te esforça,no emprego que o povo te deu.


Pedro Nogueira
Enviado por Pedro Nogueira em 24/10/2006
Código do texto: T272701
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Nogueira
Campinas - São Paulo - Brasil, 63 anos
6223 textos (162993 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:09)
Pedro Nogueira