Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cabeça erguida.

No mundo esxisten tormentas
Em todo lugar que vamos
É um sinal que salienta
Que há perigos onde estamos
Somos seres que não se contenta
Mas que tão pouco nos damos
E por isso a tormenta espreita
Quando felizes amamos.

As tormentas mais comuns que a natureza tem
Não passa e nem sequer chega perto
Quando a um ser humabo criar um caso convem
Bem antes de se certificar que esta certo
Joga ao seu redor toda ira que a alma contem
Depois pede desculpas,com a intenção de um concerto
E com medo de ter ferido ou maqagoado alguem
É que descobre que o silencio o tornaria isento.

Veja,a tormenta de um furacão
Faz com que cidades sejam abandonada
E o mesmo acontece com uma grande paixão
Deixando a alma triste e desnorteada
Fazendo sofrer tanto um inocente coração
E muitas das vezes tudo em troca de nada
Outras vezes a tormenta é uma ambição
Em busca de uma riqueza que não tem em tua estrada.

Eu sou um amante nato da paz
E de qualquer tipo de tormente eu quero distancia
Já notaste quanto bem um sorriso nos faz
O amor o carinho,ser feliz que bela concordancia
Andar no caminho cabeça erguida sem olhar pra traz
Distribuindo sorrisos e afagos com toda elegancia
E não me vem com a história de que não és capaz
Pois no amor e na paz é bem mais facil a sobrevivencia

Pedro Nogueira
Enviado por Pedro Nogueira em 23/08/2007
Código do texto: T620922
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Nogueira
Campinas - São Paulo - Brasil, 64 anos
6223 textos (164924 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:05)
Pedro Nogueira