Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flor da Alma.







Não queria ferir a flor desta alma
Mas ficar na sombra do silêncio
Contemplando teu adormecer./
Chorei teu silêncio,pois deveras
Magoada abrasou meu peito no
Castigo doce do teu corpo.

Teus lábios roçaram minha timidez,
Com respeitosa ternura de amor./
A embriaguez do teu perfume azul
Exalava do teu hálito,na boca da chama
ardente.Meu murmúrio arrependido não
rompeu tua magoa insensível,mas despertou
tua fúria de mulher,no desejo brutal.
demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 11/09/2007
Código do texto: T648491

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
978 textos (36481 leituras)
12 áudios (773 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 22:49)
demetrioluzartes