Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não entendo.

Eu sei que nunca poderá ser minha
E isso já fez a minha alma chorar
Por favor permita que a vida caminha
Sem nunca me proibir de te amar.

Nascemos pra seguirmos diferente caminhos
Mas o direito de te amar só DEUS é que tira
Não menosprese por favor meus carinhos
Pois o amor que tenho por ti não é mentira.

Por favor não me censure por te amar assim
E nem duvide quando deste amor eu falo
Sei que não pode dispensar o mesmo amor por mim
Não te culpo,e por não entender eu me calo.

Quantos milhões de mulheres há no mundo
Por que razão meus olhos foram te ver
E o meu coração mergulhar num amor tão profundo
E minha alma em vão tentando te esquecer.

Atropelei verdades, os conceitos e as razões
Como fator primordial na minha vida te coloquei
Cerrou-se a cortina de passado saudades e paixões
Substituindo todo tipo de paixão  que na vida passei.

Por mais que eu me esforce eu não entendo
A razão de te amar e querer-te desse jeito.
Mas com autenticidade ao teu direito eu me rendo
Mesmo que morra por este amor tua liberdade eu respeito.
Pedro Nogueira
Enviado por Pedro Nogueira em 18/09/2007
Reeditado em 03/10/2007
Código do texto: T658333
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Nogueira
Campinas - São Paulo - Brasil, 64 anos
6223 textos (165280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 07:42)
Pedro Nogueira