Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trovas da Alegria perenal

Hoje o sol surge tão belo...
traz luz ao tépido dia.
Nasce um idílio singelo:
"Muito prazer, Alegria!"

Sei que sofre a mãe ferida
- seu mundo é tão desigual... -
Perdeu-se a filha na vida,
a fome é seu ritual.

Ó mãezinha, vê, no céu,
a luz que a paz irradia:
abre os olhos, tira o véu,
veste, presto, a fantasia!

No mundo, ainda há flores,
planta amor no teu jardim:
"Ó meu Deus, cura-lhe as dores,
envia teu Querubim!"

Trago-te o sol mais candente,
canta alto a melodia,
quero-te dar de presente,
minha amiga, a Alegria!
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 01/11/2005
Código do texto: T65964
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351722 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:55)
Nel de Moraes