Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Divagações de uma flor arrancada...

Lembro-me de um dia quente...
eu era um lindo botão,
menina esperando ardente
o nascer de uma canção!

Brotei num florido espaço
de rosas, dálias, jasmim,
caminho que leva ao Paço,
Princesa do meu jardim.

Pores-do-sol redentores...
O canto da cotovia...
Um sonho de luz e cores...
A lua encerrando o dia...

Agora seca e partida
- meu Deus, perdoa o capricho - 
sem cheiro, sem cor, sem vida:
um mero nada... no lixo!
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 02/11/2005
Código do texto: T66354
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351727 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:42)
Nel de Moraes