Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAÇÃO APRISIONADO


Minha participação no tema publicado pela poetisa MariSaes.


Prendestes teu coração
Com um laço apertado,
O desatei com aflição
Fugistes desesperado.

******

(Vanuza)

Fugiu,
Não por ingratidão,
Não por desatenção,
Foi a dor e solidão...

******

(Mira Ira)

Meu coração não bate, 
porque tá bem amarrado;
tá sofrendo de amor,
por um poeta desalmado.

******

(Angelia Arantes)

 Estas sofrendo de amor?
que ingrato coração
ele te trás tanta dor!
privando-te da emoção. 

******
 
Hull de La Fuente
Enviado por Hull de La Fuente em 24/09/2007
Reeditado em 04/10/2007
Código do texto: T666440
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hull de La Fuente
Brasília - Distrito Federal - Brasil
2667 textos (397983 leituras)
2 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 16:03)
Hull de La Fuente