Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tema : Ternura

Transformando em agasalho,
a ternura que te invade,
sou quase nada e não valho,
do teu terço nem  metade.
...............Benedita Azevedo
               23 / 09 / 07

Ternura pra quem merece
é um sinal de valia...
esse pano que te aquece,
quem mais o mereceria?
.............Remeu do Amaral

- Sem querer tirar o mérito
dos gestos ternos reais,
é justo dar-te mais crédito:
vales sim um terço a mais.
.................Kathleen Lessa

Ternura vem do amor
Donde mais podia vir?
nasce de parto sem dor;
Somar é só dividir.
................Henricabílio

Vale sim pela ternura,
dos teus versos com amor!
Inda mais pela doçura,
das letras de tanta cor...
.............Zélia Nicolodi

Obrigada amigos, por enfeitarem esta página com suas trovas.
Afetuoso abraço
Benedita Azevedo
Benedita Azevedo
Enviado por Benedita Azevedo em 25/09/2007
Reeditado em 28/09/2007
Código do texto: T667212
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Benedita Azevedo
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
870 textos (537589 leituras)
8 e-livros (6849 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 08:47)
Benedita Azevedo

Site do Escritor