Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TROVAS DE AMIZADE Claraluna e Ângela Rodrigues.

Minha menina morena
poetisa de talento
Canto triste, que dá pena,
Que morra esse tormento

Voltei para abraçar-te
E dizer: voltei ao ninho
Teu poema é pura arte
É tua alma e carinho

Cante sempre no Recanto
O que diz teu coração
E nos encha de encanto
e nos farte de emoção

Abraços, minha menina de Mossoró. Cadê o bolo? (risos), beijinhos, Ulli

Claraluna eu postei
O comentário que deixou
Para que saibas que gostei
E ele muito me agradou.

Mas não fique preocupada
Na tristeza que você viu,
Pois estou muito animada
A angústia há muito que partiu!

Por isso vim agrdecer,
A este gesto de amizade,
Que partiu de você,
Para minha felicidade,

Quanto ao bolo não entendi,
Porque você não encontrou,
Fiz, decorei e deixei ai,
Mas acho que alguém o degustou.

Obrigada minha amiga! Beijos ternos em seu coração!
Ângela M Rodrigues O P Gurgel
Enviado por Ângela M Rodrigues O P Gurgel em 09/10/2007
Código do texto: T686524
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ângela M Rodrigues O P Gurgel
Mossoró - Rio Grande do Norte - Brasil, 54 anos
1555 textos (396807 leituras)
5 e-livros (496 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 12:51)
Ângela M Rodrigues O P Gurgel