Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dono do próprio destino.

Ser uma eterna criança
É o que o meu coração almeja
Não deixar morrer nunca a esperança
É o que a minha alma deseja.

Ter da criança a pureza
É a unica esperança minha
Ver sempre e em tudo beleza
Semeando sorrisos por onde caminha.

Ter a simplicidade de um menino
Que num mundo melhor acredita
Sonhando ser o dono do próprio destino
Sem pensar em desistir de uma conquista.

Ter a alegria no rosto estampada
Sem pensar em nada que é triste
Uma mente jovial e bem arejada
Em que só ter esperanças consiste.

Acreditem é de criança a minha alma
Tambem é de criança minha fé e minha oração
Tem o doce canto de um anjo que me acalma
E impulsiona a sorrir o meu coração.

Uma criança eu sempre serei
Então salve hoje o meu dia
E de sonhar eu jamais deixarei
E sonhando eu faço peesia.
Pedro Nogueira
Enviado por Pedro Nogueira em 12/10/2007
Código do texto: T691615
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Nogueira
Campinas - São Paulo - Brasil, 64 anos
6223 textos (165305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:55)
Pedro Nogueira