Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cantiga de amor (época trovadoresca)

Poesia online/fórum/mote cantiga de amor

Uma abordagem à literatura portuguesa (trovas)


Uma cantiga de amor

Mia alma que vos retraia
en gran cuidado por mia senhor.
No mundo, não me sei parelha.
Já cá morro por vós... e ai eu.
Mia senhor, en gran cuidado.
Quererdes que vos retraia?
Semelha que não acreditais.
Que não vos vi feia.
A meus olhos, vos sois
tamanha formosura,
por quem, padeço de amores.
Semelha. Ai eu ...me cuidais.
Pois me hei dilatado.
Guarvaia, almejaria.
Assim teria mais valimento,
a vossos olhos, mia senhor.
De vos, me consumi de querença.
Me foi mal desde aquele dia…ai eu.......



De T,ta
07-10.07
11:14


Tetita
Enviado por Tetita em 13/10/2007
Código do texto: T692195

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tetita
Setúbal - Setúbal - Portugal
1397 textos (80133 leituras)
65 e-livros (5625 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 16:30)
Tetita