Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Da inveja

Inveja, ciume e falsidade
São sentimentos falidos
Expressam apenas maldade
Em tantos gestos desvalidos.


Por inveja e ciúme
Caim matou o irmão
E por isso, o negrume
Invadiu seu coração!
( Milla Pereira )

Quando invade o coração
O negrume estabelece
O império da solidão
E a paz desaparece.
( Mario Roberto Guimarães )


A paz desaparece
Se a inveja surgir
Pois aqui ninguém merece
Esse sentimento sentir.
( Angêla Rodrigues )

O ciúme só faz mal
pra qualquer envolvido
e o pior é que é normal
se dizer arrependido.
( Reneu do Amaral Berni )

Inveja doença mortal
Não cansa, mas é fatal
Tiro pela culatra
e adeus a esta ingrata.
( Malubarni )

A inveja minha amiga
é faca de dois gumes.
Hoje parece que abriga
Amanhã só traz negrume.

Um cancro no coração
tem aquele que a usa
Infeliz desilusão
Espera a mente confusa.
( Zélia Nicolodi )




MariSaes
Enviado por MariSaes em 15/10/2007
Reeditado em 17/10/2007
Código do texto: T694846

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o sitedoautor.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MariSaes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1694 textos (65378 leituras)
2 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/17 06:02)
MariSaes