Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TROVAS ENCOMENDADAS...


 

 

 

 

Pra Poetisa pantaneira
Tento compor u´a trovinha
Mas logo penso em besteira
E acabo saindo da linha.

 

( Xã Zelizê, Cornichatorta, Vaz Soureiro, Max Sillar)

 

 

****

 

Eu já sabia do risco

Ao te fazer o pedido,

Mas com a trova eu fico

Escondida do marido.

 

Obrigada, meu amigo,

Valeu a sua intenção,

Mas pra não correr perigo

Esqueçamos a questão.

 

 

Esta é uma brincadeira do querido Menino Maluquinho, adorável poeta que se esconde por trás de apelidos engraçados.

Obrigada, Paulo, receba o meu abraço afetuoso.

 

 

(Hull de La Fuente)

 

Hull de La Fuente
Enviado por Hull de La Fuente em 28/10/2007
Reeditado em 28/10/2007
Código do texto: T713322
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hull de La Fuente
Brasília - Distrito Federal - Brasil
2667 textos (394391 leituras)
2 e-livros (182 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 15:45)
Hull de La Fuente