Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BRINCANDO DE TROVAR...

Deixei pra lá minhas penas,
aprendi outro encantar
Sete sílabas apenas,
quatro vezes vou cantar!

(Aldo Lopes)


-------------------------------------------------------------------

Agradeço aos amigos, poetas e poetisas, que vieram comigo brincar:


Poeta, eu também concordo.
Trova alegra o coração!
Então pra você eu bordo,
esse verso de afeição...

(Zélia Nicolodi)


Desafio o desafio
que o Aldo faz circular!
Só com quatro, eu anuncio,
vezes sete é que é trovar!

(Kathleen Lessa)


Vou contar por quatro vezes
sete sílabas, não mais,
e sentir, todos os meses,
todo o bem que a trova faz!

(Reneu do Amaral Berni)


Amigo estou aqui
Feliz em participar
Amei tudo o que vi
Mas quero aqui voltar...

(Terezinha de Souza Garcia)


Mais que você, ninguem
merece tal atenção.
Por me fazer tanto bem,
com sua interação.

(Salete)


Me esqueço de contar
quando trova vou fazer
Se alguém me reclamar
eu irei enrubescer!!

(Sônia Maria Cidreira de Farias)


Eu vim trovar brincar
cheguei atrasada
a correria foi danada
dos enta estou passada
Mas moço deixa eu brincar de trovar...

(Ana Karênina)


Eu também me atrasei
P'ra na Ciranda entrar
Sete sílabas eu sei
Às vezes, pronunciar!

(Milla Pereira)  
Aldo Lopes
Enviado por Aldo Lopes em 30/10/2007
Reeditado em 05/11/2007
Código do texto: T716542

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Aldo Lopes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldo Lopes
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
416 textos (38036 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 20:56)
Aldo Lopes