Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O tempo, esse amigo traiçoeiro

Passa correndo, voa ligeiro,

Deixando a saudade no ar flutuar,

Trás rugas na face,

dificuldades no andar.

O corpo dorido de tanta jornada,

Serviu para nada, e pra tudo serviu.

Viveu alegrias,tormentos, de tudo,

agora sisudo, não quer nem andar.

Quando os filhos pequenos

O amparo sereno queria lhes dar,

Hoje tudo mudado, mas o velho cansado,

Não para de amar.

Ama o passado, presente vivido

Futuro encontrado, e agora esquecido.

Filhos criados, netos brejeiros,

Que sem exageros

O faz caducar.

Á noite nas preces

Volta-se pra Deus,

E nunca se esquece

De nenhum dos seus.

RoseRolim
Enviado por RoseRolim em 02/11/2007
Código do texto: T720620

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RoseRolim
Manaus - Amazonas - Brasil, 71 anos
72 textos (5358 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 05:39)