Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dúvida...

Meu vizinho barulhento,
Põe som a todo volume.
Serei eu,um rabugento?
Há razão neste queixume?
  (Cassia Dias)

A gostosa desta rua
Bebe todas,não se agüenta!
Como sempre fica nua,
Que continue barulhenta...
  (Antonio Maria)

Tem pessoas que não tem educação
Achando que todos tem que aturar
Não percebem que são incovenientes
e só sabem pertubar.
  (Karlla)


Há razão,mui certamente,
Nada tens de rabugenta.
Um vizinho impertinente,
Cá pra nós ninguém aguenta.
  (Mario Roberto Guimarães)

Não te aflijas,são momentos
Nem tão pouco te irrites
Coloque o teu mais alto,um ensinamento
Dai ficarás quites.
  (A Flor Enigmatica)

Eu como gosto de barulho
E de ouvir som barulhento
Mas,se não gostas do embrulho
Sinto por ti,eu lamento.
  (Ledalge)

Também sofro desse mal
Em frente a minha vidraça
Tem um boteco infernal
Onde não cessa a arruaça!
  (Milla Pereira)

Meu vizinho é pior
Vai de sexta a domingo
O dom sempre em tom maior
Acaba logo comigo
(Angelica Arantes)



Cássia Dias
Enviado por Cássia Dias em 10/11/2007
Reeditado em 20/12/2007
Código do texto: T731637
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cássia Dias
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
418 textos (48133 leituras)
71 áudios (16748 audições)
9 e-livros (592 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 04:07)
Cássia Dias