Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TROVA DO "ATIREI POR CIMA"

Atirei um limão verde
por cima do teu bordado,
pra não cair na tua rede
na água não tenho entrado!

(convido as trovadoras e os trovadores para participar desta brincadeira, repetindo sempre "ATIREI" no primeiro verso e "POR CIMA" no segundo, completando com o que vier na cabeça o terceiro e o quarto)

Atirei um vinho tinto
por cima do teu umbigo,
para ti eu nunca minto,
só que a verdade não digo!
       (Reneu)

Atirei meus pensamentos
por cima da tua aura
para lembrar dos momentos
que me deste tua calma.
     (Sophia Gottlieb)

Atirei minha saudade
Por cima de um alto muro.
Encontrei minha metade
E vivo o amor mais puro.
(Mario Roberto Guimarães)

Atirei o meu amor
por cima do teu coração
hoje só me resta a dor
de estar na solidão.
 (Poetisa Amadora)

Me atirei nos teus braços...
Movida pelo coração!
Caí em teus abraços...
Na loucura da paixão!...
      (Maysa)

Atirei o meu amor
por cima do teu afeto.
Com ele foi minha dor
que tratas com desafeto.
   (Mardilê Fabre)

Atirei um sonho antigo
por cima do sonho teu,
mas teu sonho (que castigo!)
desprezou o sonho meu.
(Dorival Coutinho da Silva)

Atirei a minha rede,
por cima do meu amado.
Sem ele morro de sede:
eu o quero apaixonado.
       (HLuna)


Reneu do Amaral Berni
Enviado por Reneu do Amaral Berni em 17/11/2007
Reeditado em 18/11/2007
Código do texto: T740510

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Reneu do Amaral Berni). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reneu do Amaral Berni
Goiânia - Goiás - Brasil, 74 anos
2608 textos (80032 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 16:44)