Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A força de um carinho.

Voce matou a lembrança do meu passado
Perfumando e enfeitando o meu presente
E acordando o meu coração apaixonado
Me fazendo pensar eu um futuro eloquente.

Me fez apreciar de novo a florada do ipê
E viver a primavera com mais intensidade
E tudo isso eu hoje só devo a voce
Que reformou a minha alma corroida de saudade.

Fez renascer aquele garoto que corria pelo campo
A flutuar com o doce perfume de uma flor
Trazendo nas mãos prisioneiro um pirilampo
E no brilho dos olhos a esencia da pureza do amor.

Ornamentou e arejou o interior da minha alma
E fez de mim novamente um sonhador
E com um sorriso devolvendo a minha paz e minha calma
E pondo em minha vida uma aurea de expiendor.

E como é bom ficar tempo te olhando
Observando a mais bela obra de DEUS
Suavemente as tuas mãos segurando
Olhos nos olhos nesse momento que é teu e meu.

Não pode imaginar como eu gosto de voce
Por mais que se esforçar não iras conseguir
Já me disseram que em meus olhos se pode lê
Em letras maiusculas,OBRIGADO POR EXISTIR.

É impossivel calcular a intencidade
Do doce bem que voce me proporciona
Pois tua existencia é a minha felicidade
E pensar viver sem ela minha alma questiona.

Sua meiguice se interpõe eu meu caminho
Quando cansado eu pretendo desistir
E mesmo sem se fazer presente sinto a força do carinho
Voce sorrindo me incentivando a prosseguir.

É inconcebivel a idéia de fazer triste
Ou de conturbar o teu meigo coração
Gosto de ti explicações e outro meio não existe
Se eu estiver errado a DEUS e a ti peço perdão.
Pedro Nogueira
Enviado por Pedro Nogueira em 23/11/2007
Reeditado em 23/11/2007
Código do texto: T749688
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Nogueira
Campinas - São Paulo - Brasil, 64 anos
6223 textos (165283 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 14:39)
Pedro Nogueira