Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

145-CONCEIÇÃO ABRITTA-Carversos

145-
CONCEIÇÃO  ABRITTA
Carversos-Carta em Versos
Assunto:Trovas de AMOR  para  a Palestra  da UBT

1-Data/Emoção:
1-Em Belo Horizonte - Abril,
catorze, posso afirmar,
que o meu coração se abriu
para um “amor“ declarar.
2-Amor/Palestra:
Que feliz inspiração,
fazer “ Palestra ao Amor”  !
É o tema do coração
que canta ou chora de dor.
3-Amor/Cristo:
O Cristo crucificado,
na Terra prova a humildade.
Pelo AMOR transfigurado
é um Deus, é Luz e Verdade!
4-Amor/Mãe:
AMOR de Mãe é perfume
a exalar-se noite e dia,
que, concentrado resume
no extrato, a própria magia.
5-Amor/Sonho:
O meu AMOR em pedaços
só tu poderás ganhar
com doces, beijos e abraços
porque me fazes sonhar.
6-Amor/Paixão:
Já se tornou nosso laço
um nó cego de paixão.
Cresce o AMOR ,em cada  abraço,
- dois -  na mesma pulsação.
7-Amor/Dor:
Falar de AMOR é tão fácil,
quando alimenta o viver!
Sem  ciúme é um jeito grácil,
de, pois, sem dor conviver.
8-Amor/Ciúme:
Todo AMOR fica em pedaços
quando o ciúme que é cego,
sofrendo, desata os laços
e maltrata o super-ego.
9-Amor/Desamor:
Se o meu ciúme, em verdade,
mostra o prenúncio de AMOR,
teu desrespeito à lealdade
mais parece um  desamor.
10-Amor/Pés no Chão:
Agora, com pés no chão,
sem o teu AMOR na vida,
não tenho sonho! A ilusão
acenou-me em despedida.
11-Amor /Eternidade:
Minha voz de gratidão
vai cantar na eternidade,
em partituras, que são
paz, AMOR, felicidade.
12-Amor/Partida
Esse amor que vi partindo
fez-me sofrer por vaidade,
mas deixou-me o sonho lindo
do resgate à liberdade.
13-Amor/Trova:
Repara bem quando canto
a trova de AMOR que fiz...
Trago o coração em pranto
por alguém que não me quis.
14-Amor/Sofrer:
Um dia ao te ver chorando,
pelo AMOR que era só teu,
quase acabei soluçando,
pois teu sofrer  era o meu.
15-Amor/Perfume:
Como era doce o perfume,
no dia em que te encontrei...
Hoje, o gosto amargo assume
teu AMOR que maldirei.

        16-Agradecimento:

Obrigada , Conceição,
por esta oportunidade!
É  bom ver seu coração,
pulsar com sinceridade.
        Entre as trovas que enviei,
para a escolha, Conceição,
somente as de AMOR, grifei:
porque  têm dor e emoção.

Belo Horizonte, 14 de abril de 2002
Silvia Araujo Motta
Enviado por Silvia Araujo Motta em 29/11/2005
Código do texto: T78113
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvia Araujo Motta
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
6556 textos (669037 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:43)
Silvia Araujo Motta