CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Jogo de palavras.

Não sei se eu acredito mais nas minhas ideias, eu tenho muitas e poucas chegam a se concretizar. Poucas chegam a fazer alguma diferença, nas vidas dos outros. Não sei se um dia me encaixarei no todo. Gostaria de poder me encaixar, mas acho que sempre serei uma peça sobressalente, que veio com defeito e ainda por cima quebrou-se ou foi pro lixão junto com a caixa e o manual.

Hoje, entretanto, voltando de um passeio com uma garota doce e bacana, uma que eu citei em algum outro texto (é só procurar), no meio do trânsito abarrotado e infernal, ocorreu-me, como borboleta que vem sem tufão ou ventinho que a anuncie, uma idéia de jogo de palavras. É uma das minhas idéias originais, daquelas que nunca vi algo parecido por aí.

Como provavelmente esse tipo de ideia, ao menos do jeito que está, nunca valeria-me algum dinheiro a não ser que, por acaso, isso acontecesse como efeito secundário, (digamos que um dia isso contribuísse pra espalhar minha fama de rapazinho engenhoso e perspicaz, e essa fama me ajudasse a ter meus outros trabalhos reconhecidos...) resolvi por vir aqui e compartilhá-la com todos. É, eu sou uma espécie de verme mesquinho que geralmente guarda pra si aquilo que parece promissor, monetariamente falando.

(Talvez seja a hora de começar a mudar isso, sim.)

O jogo seria o seguinte:

Junta-se de duas a cinco pessoas. (O número pode ser maior também, tanto faz.) Escreve-se, em papéizinhos soltos, as letras do alfabeto todo. Separa-se, então, estas letras em duas pilhas: vogais e consoantes. Após isso, o jogo começa. Os jogadores, de maneira aleatória, tiram papeizinhos, sempre ao menos um de cada pilha, e sempre de três em três.

Eis a mecânica: Após formar-se a combinação de três letras (isto faz-se no início de cada "turno" ou "ronda" de jogo) que pode ser na forma CVC ou VCV ou VVC ou CVV, etc. (C = consoante V= vogal.) Os jogadores (seguindo uma das variações do jogo, que serão expostas na sequência) têm de escrever palavras que contenham aquelas letras...

1. ...em qualquer ordem.

2. ...seguindo a ordem de formação do "acrônimo". Por exemplo, se o acronimo for BGA, uma palavra válida seria begônia (pois as letras apresentam-se na mesma ordem do acrônimo) "Barganha" seria outra.

3. ...poderia-se também, em adendo à variação 2., admitir-se a confecção de palavras onde as letras do "acrônimo" apareçam em ordem reversa. Deste modo, AST poderia dar tanto em "astro" como em "tosa".

(2 e 3 são duas variações  do jogo.)

  A princípio, os jogadores teriam o tempo de 15 segundos pra escrever o máximo de palavras possíveis contendo as letras, ordenadamente ou não, de acordo com as regras a que se optou.

   Como acontece de maneira geral com jogos deste tipo, de regras abertas e possibilidades vastas, é preciso que se defina quais e quais palavras são ou não válidas para o jogo.

  Regionalismos, por exemplo, só seriam válidos se escritos por mais de uma pessoa até o fim da ronda.


PONTUAÇÃO

Cada palavra escrita até o fim da ronda ou turno vale pontos de acordo com a "frequência" com que aparece nos registros dos jogadores.

1 vez = 10 pts.
2 vezes = 5 pts.
3 ou 4 vezes = 2 pts.

[NOTA: excetuando-se os regionalismos, que valem 2 pontos e isto contanto que se apresentem nos registros de mais de um jogador.]

   Ou seja, se eu e Pedro escrevemos, para o "acrônimo" ABA a palavra ÁBACO, eu e Pedro obteremos, ao fim do tempo de ronda, 5 pontos por ela.

--------------------------PROGRESSO DO JOGO---------------------
  Os DOIS jogadores que obtiverem mais pontos na "ronda" ganham pontos no placar geral. Talvez existam regras a mais aqui, mas não compete a mim, no momento, criá-las.
------------------------------------------------------------------------


"Posfácio":
  Peço, caros escritores, que fiquem à vontade pra tentar jogar o jogo. Seria legal receber feedback quanto ao sucesso ou fracasso do intento. Pretendo clarificar as regras um pouco mais e traduzir pro inglês, por simples e pura falta do que fazer... (Além do fato de eles gostarem mais de jogos de palavras do que nós, lusófonos) Agradeço por chegar até aqui e até a próxima ideia pululante...

Cabeça de cu alada
Enviado por Cabeça de cu alada em 22/12/2010
Código do texto: T2686701

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar meu pseudônimo: "Cavi Page" e o blog onde vou pôr essas coisas: www.jogoscavidicos.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Cabeça de cu alada
São Paulo - São Paulo - Brasil, 25 anos
350 textos (8783 leituras)
51 áudios (1021 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/14 11:22)